Abril202014
Psychedelic trip.

Psychedelic trip.

Abril192014

Dois anos…

Há pouco tempo eu recebi um cartão que falava justamente sobre um “aniversário” da minha conta do Tumblr. Pelo jeito parece que completei dois anos como publicador aqui na rede social, não que isto seja importante pra vocês que leem (como se alguém lesse isto aqui) mas é deveras importante para mim.

Como assim?

Nos últimos dois anos eu vivi das mais variadas experiências de todos os fins que você possa imaginar. Nem todas as experiências foram boas, e basta ler um pouco os textos mais antigos que se percebe isso.

Nestes últimos tempos eu iniciei e fechei ciclos importantíssimos na minha vida. Foi, basicamente, um período de transição, dividido em alguns pontos, entusiasmado com outros e, até, decepcionado ou desmotivado com outros. Aderindo ao clichê, “eu faria tudo de novo, se me fosse possível e necessário”. Tudo serviu para alguma coisa, se é que vocês me entendem mas eu me entendo.

Hoje eu entendo que muito do que a gente vive é apenas um reflexo do que vem pela frente, isto é, de que as cenas dos próximos capítulos da sua vida serão explicadas com os acontecimentos da cena atual. As dores, as cicatrizes, as lágrimas… tudo será explicado e transformado com o passar do tempo.

As transformações que eu presenciei de mim mesmo em dois anos foram surpreendentes.

Foram mais ou menos assim:

Larguei o instinto egoísta e adotei um mais reflexivo, mais aventureiro até…

Larguei o vício de fumar cigarro todos os dias, principalmente se fosse “Lucky Strike - convertible edition, green”…

Larguei a mania de ter cabelo grande demais…

Adotei o hábito de ler muito (e tudo)…

Mudei o estilo do óculos (clássico para moderno) e a forma de me vestir, pois prefiro cores vivas a cores mórbidas como os tons de preto…

Comecei a ouvir música eletrônica, em ordem “progressive”, “full-on”, “hi-tech”, “techno”, “house” e agora gosto muito de “deep house” e “tech house” e um pouco de “eletrohouse”…

Ainda aprecio o bom Pink Floyd, o imortal Ozzy Osbourne, a maravilhosa Karen Carpenter e seu irmão gênio Richard, a amável e amante Céline Dion, os orixás do folk Simon & Garfunkel, os praianos dos Beach Boys, os ingleses loucos dos Beatles, a infinita Deep Purple, o incrível Eric Clapton, o bárbaro samba brasileiro com Toquinho, Vinícius, João Gilberto, entre outros ícones, como Chico (Science e Buarque), o síndico Tim Maia, o pensador Gabriel e o grande Marcelo D2, do Planet Hemp, Renato, Cássia, Cazuza e Caetano…

Criei objetivos inalteráveis de ir aos festivais de música eletrônica e já estive no Universo Paralello 2013-2014 e este ano estarei no Festival Alternativo do Kranti 2014…

Parei de beber compulsivamente, deixando para beber apenas em datas exclusivas com algumas salvaguardas (mas, durante a semana, não mais)…

Retomei o interesse que eu tinha na faculdade…

Me sinto realizado com o estágio que fui capaz de conseguir sem a ajuda de ninguém, pois me fez sentir capaz de realizar meus desejos…

E, mais importante de tudo, re-aprendi a amar…

Tive o prazer de conhecer alguém que me conhece de um modo que só eu me conheço, que está junta de mim nos momentos mais íntimos de um beijo, de um abraço e de um “eu te amo” no pé do ouvido…

Tive o prazer de sentir o calor, o frio, o tremor da mão, o brilho do olho, o cheiro da pele e do cabelo, a textura dos braços, as cócegas na barriga, as massagens nas costas, o beijo na nuca, a malícia no sorriso, a maciez dos lábios e o gosto do melhor beijo que eu já senti…

De deitar nos braços, tocar violão, inventar música, inventar rima e cantar um “não”, dizendo com carinho…

De acordar de madrugada, olhar a lua, mandar beijos por cartas, abraços por pensamento e uma vontade compartilhada.

O que mais mudou é que não me sinto mais sendo “um”, mas dois, três, quatro, cinco e do tamanho da nossa vontade, Marcela.

O que estou dizendo é que estaremos juntos, firmes, fortes e brilhantes… pois eu acho que seremos nós dois por muito mais tempo!

Obrigado por fazer parte dessa mudança e de querer permanecer na bagunça que a minha vida pareceu nas nossas primeiras impressões. Me orgulho de termos nos encontrado e de podermos compartilhar momentos que só nós dois teremos acesso, momentos que sempre estarão aí na sua mente e aqui na minha e que a gente sempre vai lembrar com saudade.

Eu te amo!

Abril182014
good vibe

good vibe

Abril152014
A lua e o lunático.

A lua e o lunático.

7PM
Espiritual.

Espiritual.